Vitamina D x Mortalidade

Tempo de leitura: 2 minutos

1 Flares Twitter 0 Facebook 0 Google+ 1 LinkedIn 0 1 Flares ×

Os resultados de uma revisão sistemática, publicada no dia 12 de junho de 2014 no American Journal of Public Health, reafirmam o que uma série de estudos realizados na última década tem indicado: ter altos níveis de vitamina D está associado a um menor risco de morte prematura.

A pesquisa

Cedric Garland, DrPH e seus colegas da Universidade de San Diego, na Califórnia, selecionaram 32 estudos que forneceram dados sobre um total de 566.583 homens e mulheres para a sua análise. Eles determinaram que ter um nível de vitamina D igual ou maior que 30 ng/mL está associado a cerca de metade do risco de morrer durante uma média de nove anos de seguimento em comparação com os níveis mais baixos.

⅔ da população dos EUA possui deficiência de vitamina D no sangue

Dr. Garland, que é professor do Departamento de Medicina Preventiva e Família na UC San Diego, observou que dois terços da população dos Estados Unidos possuem níveis de vitamina D no sangue inferiores a 30 ng/mL. Portanto, a deficiência de vitamina D, encontrada principalmente em alimentos como peixes, frutos do mar e laticínios, é muito comum.

Três anos atrás, o Institute of Medicine (IOM) concluiu que ter um nível de sangue muito baixo de vitamina D era perigoso. Este estudo corrobora esta conclusão, mas vai um passo além. Os 20 nanogramas por mililitro (ng/ml) de corte do nível sanguíneo assumido a partir do relatório do IOM foi baseado unicamente na associação de baixo nível de vitamina D com o risco de doença óssea. Esta nova descoberta baseia-se na associação de baixo nível de vitamina D com risco de morte prematura por todas as causas, e não apenas doenças ósseas.

Conclusão

Este estudo deve oferecer à comunidade médica a segurança de que a vitamina D é segura quando usada em doses adequadas. No entanto, é sempre aconselhável consultar o seu médico para usar a ingestão adequada de vitamina D, caso você esteja com a vitamina D deficiente. Também é importante ter o seu nível de sangue de 25-hidroxivitamina D verificado anualmente.

E você, consome alimentos com vitamina D no dia a dia?
Responda na sessão de comentários abaixo!

5 Comentários

  1. Wagner Ferreira

    Pra mim, a melhor vitamina ( hormônio) D, provém do Sol, algumas horas por dia. Alguns alimentos citados ajuda, porém o sol é o melhor e é de graça, Deus já pagou a conta.

    Responder
  2. ANA MARIA SOUZA DAHER CHEDIER

    Preciso maiores informações água alcalinizada

    Responder

Deixe uma resposta para Equipe Acqualive Cancelar resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *